Amsterdã

Publicado em 15 de fevereiro de 2017

Muito interessante cheia de histórias e linda. O centro da cidade de Amsterdã é vibrante com atividades o ano todo.  Nunca desviei tanto de uma bicicleta como nessa cidade. A ótica deles é diferente da nossa, ou seja é visto como  transporte público onde se vê  homens e mulheres executivos indo para o trabalho  ou a festas vestidos  de acordo.   Param nas sinaleiras, ciclovias e os  turistas  distraídos levam  buzinaço mesmo, quando não um xingamento. Claro levei uns de leve. rs
Nos encontramos com uma amiga brasileira, mas que escolheu Amsterdã para viver. Ela nos apresentou a cidade, sendo que  passeamos e nos divertimos  muito por lá.
No dia seguinte estavamos com uma guia que contratamos  no Brasil.
 Alguns dos locais visitados Casa de Anne Frank, sendo que nesse caso optei por esperar lá fora, Museu Van Gogh quando me dei conta estava sendo entrevistada, Praça Dam e o Distrito da Luz Vermelha mais antigo da cidade, entre outras atrações.
Tivemos oportunidade de ir a três cidades próximas,   Pannenkoekenhuis, Zaanseschans e Marken.
Uma parada para um lanche nesse caso na FEBO a tradicional máquina de croquete onde deposita-se  uma moeda e retira-se a guloseima quentinho e crocante.
Um local que gostaria de ter ido visitar  o campo das tulipas em Keukenhof, porém estava fechado porque fui no outono europeu.
 Fica para a próxima.


Bikes de Amsterdã


A casa de madeira e rua mais antiga da cidade



 Um dos muitos canais


Muitos vivem assim nas casas barcos com jardins bem organizadas


 Zaanseschans a cidade dos Moinhos


Pannenkoekenhuis


Marken e as casas verdes de madeira



0 comentários :

Postar um comentário